Clube

30 junho 2021, 14h35

COVID-19

Números de junho de acordo com a divulgação diária do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) em Portugal.

30 DE JUNHO

DGS, COVID-19, relatório de situação

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h04] | Número de novos casos de infeção sobe para 2362. "Portugal registou nas últimas 24 horas 2362 novos casos e mais quatro mortes por COVID-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) desta quarta-feira (30 de junho).

Trata-se do maior número de infeções diárias desde 13 de fevereiro, dia em que foram reportados 2856 casos.

Na prática, o número de novos casos disparou em todo o continente, sendo que 1336 infeções foram detetadas em Lisboa e Vale do Tejo, onde foram também declaradas três mortes. O Norte registou um aumento de 435 novos casos, no Algarve subiu 254, o Centro contabilizou mais 224 e o Alentejo mais 64. Nas regiões autónomas, os Açores contabiliza 35 novos casos e a Madeira mais 14 e um morto.

Há agora 504 pessoas hospitalizadas (mais 12 do que no dia anterior). Deste total, 120 doentes estão internados em unidades de cuidados intensivos (mais um que na terça-feira).

Há nesta altura mais 1337 casos ativos em Portugal, totalizando 33 471, tendo sido declaradas 1021 pessoas recuperadas da doença. Há ainda mais 2166 contactos em vigilância.

A matriz de risco também continua a apresentar números preocupantes. Assim, a incidência está cada vez mais no vermelho registando uma nova subida, sendo agora no continente de 176,9 casos de infeção por 100 mil habitantes (era de 161,7 na anterior atualização), enquanto em todo o território chega aos 172,8 casos por 100 mil habitantes (158,5 na anterior atualização).

O R(t) também subiu, embora de forma ligeira, sendo de 1,15 no continente (era de 1,14) e de 1,14 em todo o território (era de 1,13)."

29 DE JUNHO

DGS, 29 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h21] | 1746 novos casos de infeção. "Portugal regista, nesta terça-feira, mais seis mortos e 1746 casos de COVID-19, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde 19 de fevereiro que não havia tantos novos casos.

A quase totalidade dos óbitos foi registada na região de Lisboa (5), a mais afetada pela pandemia, com 55,3% dos novos casos (965). A sexta morte foi registada na região Norte, onde o número de novos casos continua a subir e situa-se já em 20,7% do total diário (361). Segue-se o Algarve entre as regiões mais atingidas, com 10,3% dos novos casos (180).

O país tem, neste momento, mais de 32 000 casos ativos e mais de 51 000 pessoas estão em contactos de vigilância com as autoridades de saúde, 1058 das quais nas últimas 24 horas.

Apesar de haver menos dez internados em enfermarias, para 492, agravou-se a condição de saúde de mais quatro, que passaram para os cuidados intensivos, onde estão 119 doentes.

O número de doentes recuperados subiu consideravelmente, com mais 1677 altas que na segunda-feira, elevando o total de recuperações para 827 969.

Desde o início da pandemia já morreram 17 092 doentes dos 877 195 infetados."

28 DE JUNHO

DGS, 28 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias  [14h15] | Mais 902 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira duas mortes e 902 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 086 mortes e 875 449 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 32 071 casos, mais 292 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 502 doentes, mais 25 do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 115 doentes, menos um.

Os dados indicam ainda que mais 608 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 826 292 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 50 051 contactos, mais 731 relativamente ao dia anterior.

A taxa de incidência nacional subiu para 158,5 casos de infeção por 100 000 habitantes (137,5 casos no relatório anterior), e no continente para 161,7 (138,7).

O R(t) desceu de 1,14 para 1,13 a nível nacional e no continente passou de 1,15 para 1,14."

27 DE JUNHO

Boletim DGS

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h01] | 1 496 novos casos e uma morte nas últimas 24 horas. "Número de recuperados baixou e o de casos ativos subiu. Lisboa baixa da faixa dos mil casos diários.

Portugal tem mais 1 496 pessoas infetadas com o novo coronavírus e, nas últimas 24 horas, morreu uma pessoa com Covid-19, revela a Direção-Geral de Saúde neste domingo.

Segundo o boletim epidemiológico, Lisboa continua a reunir a maior parte das infeções (64%), mas desta vez não chega ao milhar: foram registados mais 958 casos. O óbito ocorreu na região Norte, onde há mais 227 pessoas infetadas (15% do total). O doente tinha entre 60 e 69 anos.

No mapa da Covid-19, segue-se o Algarve, com 151 novos casos (10%), e a região Centro, com mais 114 (8%).

No Alentejo, foram registadas mais 35 infeções (2%) e as ilhas mantêm-se com apenas um dígito: sete novos casos na Madeira e quatro nos Açores, que, no conjunto, representam 0,7% do total de novos casos.

Nos hospitais, há mais internados. Os números subiram a níveis de abril – mais concretamente, 12 de abril, dia em que havia 479 pessoas hospitalizadas. Neste domingo, há mais 30, num total de 477.

Nos cuidados intensivos há também mais doentes (três), num total de 116.

Neste domingo, há menos pessoas dadas como recuperadas (mais 475) e mais casos ativos: 1 020, num total de 31 779. Desde 25 de março que não havia tanta gente infetada no país.

Em termos de matriz de risco, Portugal mantém os níveis de sábado, com uma taxa de incidência nacional de 137,5 casos de infeção por 100 000 habitantes e de 138,7 casos/100 mil habitantes só no Continente.

O R(t) nacional está nos 1,14, enquanto no Continente é de 1,15."

26 DE JUNHO

DGS, 26 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | Mais 1568 casos de infeção. "Portugal regista, neste sábado, mais dois mortos e 1568 casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Um dos óbitos ocorreu na região de Lisboa, a mais afetada pela doença, com 66,3% dos novos casos (1.039). A outra morte foi registada nos Açores.

Nas últimas 24 horas há mais 16 doentes internados em enfermarias, ascendendo agora às 447 camas. Há também mais cinco doentes em cuidados intensivos, para um total de 113 em UCI.

O país tem, neste momento, 30 759 casos ativos (mais 317) e 48 435 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde (mais 1.078).

Mais 1249 doentes recuperaram da doença, elevando o total para 825 209.

Desde o início da pandemia já morreram 17 083 doentes dos 873 051 infetados."

25 DE JUNHO

DGS 25 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h07] | Mais 1604 novos casos de infeção e ligeira descida no Rt. "Portugal contabiliza nesta sexta-feira mais duas mortes e 1604 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 081 mortes e 871 483 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 30 442 casos, mais 745 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 431 doentes, mais 4 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 108 doentes, mais dois.

Os dados indicam ainda que mais 857 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 823 960 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 47 357 contactos, mais 2687 relativamente ao dia anterior.

A incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental subiu para 138,7 casos por 100 000 habitantes e na totalidade do território que se situa agora nos 137,5.

A incidência da infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 em Portugal continental estava, na segunda-feira, nos 129,6 casos por 100 000 habitantes, enquanto o valor para a totalidade do território situava-se nos 128,6.

Já o índice de transmissibilidade (Rt) registou uma descida de 1,17 para 1,14 em todo o território nacional e de 1,18 para 1,15 em Portugal continental."

24 DE JUNHO

DGS 24 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h42] | Mais 1556 casos de infeção. "Nas últimas 24 horas, Portugal regista mais dois mortos e 1556 infetados com COVID-19. De acordo com o relatório desta quinta-feira da Direção-Geral da Saúde, o valor do R mantém-se igual, nos 1,17 a nível nacional e 1,18 no continente.

O número de casos ativos voltou a subir, estando agora à beira dos 30 mil (29 697). Já o número de internados desceu para 427, menos 10 do que ontem, mas há mais seis em cuidados intensivos, num total de 106.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a concentrar cerca de dois terços dos novos casos, com 1049 novos casos, seguida do Norte com 197, o Algarve com 130, o Centro com 110 e o Alentejo com 42. Nas regiões autónomas, os Açores têm 20 novas infeções e a Madeira, que poderá voltar à lista verde do Reino Unido, oito casos.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 869 879 casos da doença, dos quais 17 079 morreram e 823 103 conseguiram recuperar."

23 DE JUNHO

DGS, 23 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] Mais 1497 casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quarta-feira mais três mortes e 1497 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 077 mortes e 868 323 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 29 012 casos, mais 634 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 437 doentes, menos 13 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 100 doentes, menos um.

Os dados indicam ainda que mais 860 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 822 234 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 43 419 contactos, mais 1760 relativamente ao dia anterior.

A taxa de incidência nacional é de 128,6 casos de infeção por 100 000 habitantes, estando no continente a 129,6.

O R(t) – índice que mede o risco de transmissibilidade – encontra-se em 1,17 a nível nacional e 1,18 no continente."

22 DE JUNHO

DGS 22 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [13h56] | Mais 1020 novos casos de infeção. "Portugal regista nesta terça-feira mais seis mortes e 1020 novos casos de COVID-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O país está em cima da linha da zona vermelha da matriz de risco.

Três das vítimas mortais tinham entre 70 e 79 anos e as restantes três mais de 80 anos.

Nos hospitais estão internadas 450 pessoas com o novo coronavírus, são mais sete doentes em 24 horas.

Em unidades de cuidados intensivos estão agora 101 pessoas, mais quatro do que no dia anterior. Já não havia tantos casos nestas circunstâncias desde 22 de abril, altura em que estavam 104 pessoas em situação critica.

No espaço de pouco mais de um mês os internamentos mais do que duplicaram. A 21 de maio, havia 207 pessoas internadas devido à COVID-19, sendo que 55 estavam nos cuidados intensivos.

Portugal tem 28 378 casos ativos de COVID-19, menos 279 casos no espaço de 24 horas.

Recuperaram da doença 1293 pessoas em relação ao boletim de segunda-feira. É o maior aumento de recuperados desde 30 de março.

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser o epicentro da doença, com a totalidade das mortes registadas na segunda-feira, e 648 novos casos (64% do total diário) nesta terça-feira.

O Norte tem mais 121 casos (12%), o Centro 101, o Alentejo 32, o Algarve 70, os Açores 44 e a Madeira quatro infeções.

O índice de transmissibilidade R(t) mantém-se em 1,18 a nível nacional e para 1,19 no Continente.

A taxa de incidência nacional é de 119,3 casos de COVID-19 por 100 mil habitantes. No continente é de 120,1 casos.

Desde a chegada da pandemia a Portugal, em março do ano passado, estão confirmadas 17 074 mortes e mais de 866 mil casos."

21 DE JUNHO

DGS, 21 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h45] | Mais 756 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira mais 3 mortes e 756 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 068 mortes e 865 806 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 28 657 casos, mais 360 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 443 doentes, mais 38 do que no dia anterior. Nos cuidados intensivos estão 97 doentes.

Os dados indicam ainda que mais 393 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 820 081 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 40 519 contactos, mais 1629 relativamente ao dia anterior.

Mais de metade dos novos casos de infeção (484) continua a ser registada na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde se verificaram também as três mortes.

A taxa de incidência nacional é de 119,3 casos de infeção por 100 000 habitantes. No continente é de 120,1.

O R(t) nacional é de 1,18, do continente é de 1,19."

20 DE JUNHO

DGS, 20 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: RTP [14h17] | 941 novos casos e três mortes. "O relatório epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde este domingo reporta mais 941 infeções e três mortes associadas à Covid-19.

Dos novos casos, 641 foram registados em Lisboa e Vale do Tejo, o que corresponde a 68 por cento do total. A região norte reportou 131 novos casos, o Algarve 75, o centro 51 e o Alentejo oito. Dos três óbitos a reportar, dois foram registados na região centro e um em Lisboa e Vale do Tejo.

Os internamentos voltaram a aumentar, com mais 12 doentes em enfermaria, apesar de se registar uma pequena descida nos cuidados intensivos, com menos dois doentes internados. No total, há neste momento 405 doentes internados, dos quais 97 em unidades de cuidados intensivos.

O relatório reporta ainda mais 364 recuperações, aumentando o total para 819 688. Há ainda mais 574 casos ativos (28.297 no total) e 1189 contactos em vigilância (38 890 no total).

Desde que foi registado o primeiro caso de Covid-19 em Portugal, foram já confirmadas 865 050 infeções pela doença e 17 065 mortes."

19 DE JUNHO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: Diário de Notícias [14h14] | Mais 1183 novos casos de infeção. "Portugal registou, nas últimas 24 horas 1183 novos casos de COVID-19, segundo os dados do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O relatório diário indica também que morreu mais uma pessoa devido à infeção pelo novo coronavírus.

Há agora 389 doentes com COVID-19 internados, menos dois do que na sexta-feira, sendo que 99 estão em unidades de cuidados intensivos, ou seja, mais cinco do que há 24 horas.

Registam-se também mais 298 casos ativos, num universo de 27 723, e há mais 884 recuperados da doença. No que diz respeito aos contactos em vigilância o número cifra-se em 1026 novas pessoas a seguir pelas autoridades de saúde.

Embora seja uma das regiões que não apresentam um dos maiores números de casos, foi no Algarve que se registou um morto e 71 novos casos de COVID-19. A região de Lisboa e Vale do Tejo, que se encontra numa espécie de cerca sanitária ao fim de semana, é aquela que continua a manter o nível mais alto de novas infeções, que nas últimas 24 horas subiram para as 761. O número de novos casos em Lisboa e Vale do Tejo representa 64,3% dos novos casos.

A região do norte fica-se pelos 181 novos casos, a do centro nos 87 e a do Alentejo nos 36. No arquipélago dos Açores registaram-se mais 37 casos e na região autónoma da Madeira apenas 10."

18 DE JUNHO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h55] | Mais 1298 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais 4 mortes e 1298 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 061 mortes e 862 926 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta sexta-feira ativos 27 425 casos, mais 608 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 391 doentes, mais 27 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 94 doentes, mais 6 comparando com quinta-feira.

Os dados indicam ainda que mais 686 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 818 440 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 36 675 contactos, mais 2943 relativamente ao dia anterior.

A taxa de incidência nacional é de 100,2 casos de infeção por 100 000 habitantes. No continente é de 100,2 casos de infeção por 100 000 habitantes.

O R(t) nacional é de 1,14, sendo o do continente de 1,15."

17 DE JUNHO

DGS, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [16h30] | Mais 1233 casos de infeção. "Portugal regista nesta quinta-feira mais 1233 casos e duas mortes por COVID-19, avança o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nos hospitais estão internadas 364 pessoas, mais 13 em relação ao dia anterior. Em unidades de cuidados intensivos há agora 88 pessoas internadas, uma subida de cinco pacientes em 24 horas.

Lisboa e Vale do Tejo (LVT) tem mais 804 casos de COVID-19 e uma morte.

O Governo anunciou que decidiu retomar a proibição de circular de e para a Área Metropolitana de Lisboa ao fim de semana. A medida entra em vigor às 15h00 de sexta-feira.

De acordo com o boletim da DGS, o Norte registou no último dia 196 novas infeções e um óbito, o Centro tem 81 casos, o Alentejo 47, o Algarve 73, a Madeira 12 e os Açores 21.

Portugal tem cerca de 26 800 casos ativos de COVID-19, mais 569 nas últimas 24 horas."

16 DE JUNHO

DGS, 16 de junho, relatório de situação, COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [15h07] | Mais 1350 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quarta-feira 6 mortes e 1350 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde 24 de fevereiro, quando se registaram 1480 contágios, que o número de novos casos de infeção não era tão alto.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 055 mortes e 860 395 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 26 248 casos, mais 755 em relação a terça-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 351 doentes, mais 5 do que no dia anterior. Nos cuidados intensivos estão 83 doentes, mais 4.

Os dados indicam ainda que mais 589 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 817 092 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 32 287 contactos, mais 82 relativamente ao dia anterior.

taxa de incidência nacional, que estava nos 84,5 casos, aumentou para os 91 casos de infeção por 100 000 habitantes.

O R(t) nacional é de 1,12."

15 DE JUNHO

DGS 15 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h03] | O maior número de novos casos desde 6 de março. "Portugal regista, nesta terça-feira, mais dois mortos e 973 casos de COVID-19, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde 6 de março que não havia tantos novos casos.

Os óbitos foram registados nas regiões de Lisboa e do Norte, as mais afetadas pela pandemia. Lisboa continua a ser a região com mais novos casos, que representam 64,6% do total diário (629).

Nas últimas 24 horas há, ainda, mais 90 casos ativos, para 25 493, e mais 1830 casos suspeitos, com 32 205 pessoas em contactos de vigilância com as autoridades de saúde.

Os internamentos também continuam a subir, com mais seis doentes em enfermarias, para 346, e mais dois em cuidados intensivos (há, agora, 79).

A única boa notícia prende-se com os recuperados, com mais 881 doentes a recuperem da doença, elevando o total para 816 503.

Desde o início da pandemia já morreram 17 049 doentes dos 859 045 infetados."

14 DE JUNHO

DGS, 14 de junho, relatório de situação

PORTUGAL: SIC Notícias [14h36] | Mais 625 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta segunda-feira 625 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 047 mortes e 858 072 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando esta segunda-feira ativos 25 403 casos, mais 345 em relação a domingo.

O boletim da DGS revela que estão internados 340 doentes, mais 15 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 77 doentes, menos cinco do que no dia anterior.

Os dados divulgados pela DGS mostram que 280 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 815 622 recuperados.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu para 578, totalizando agora 30 375.

O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 subiu de 1,05 para 1,09 e a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes subiu de 74,8 para 84,5.

Os dados do Rt e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira."

13 DE JUNHO

DGS, 13 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h05] Mais 707 novos casos de infeção. "Nas últimas 24 horas Portugal registou mais duas mortes e 707 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Foram contabilizados 450 casos em Lisboa e Vale do Tejo, o que representa 63,4% do total nacional.

As vítimas mortais foram registadas em Lisboa e no Algarve.

Relativamente aos internamentos, há mais 25 doentes em enfermaria, totalizando 325, e mais cinco em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), num total de 82.

De acordo com a DGS, de sexta para sábado recuperaram mais 776 pessoas.

Os casos de COVID-19 nas últimas 24 horas são, sobretudo, entre as faixas etárias dos 10 aos 59, totalizando 91% das novas infeções, sendo em maior número entre os 20 e os 39 anos.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos mais 457 casos, para um total de 25 058, e que 248 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 815 342 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17 047 pessoas e foram registados 857 447 casos de infeção.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu para mais 609, totalizando agora 29 797.

O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 foi atualizado na sexta-feira e subiu de 1,05 para 1,07 e a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes subiu de 74,8 para 79,3."

12 DE JUNHO

DGS, 12 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h23] | 789 casos de infeção nas últimas 24 horas. "Portugal contabiliza neste sábado uma morte e 789 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 045 mortes e 856 740 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando neste sábado ativos 24 601 casos, mais 12 em relação a sexta-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 300 doentes, menos seis do que ontem.

Nos cuidados intensivos estão 77 doentes, mais cinco em relação a ontem.

A região de Lisboa e Vale do Tejo registou 480 novos casos, o que representa 60,8% do total nacional. Segundo a DGS, a morte registada ocorreu na região Norte.

Os casos de COVID-19 nas últimas 24 horas são sobretudo entre as faixas etárias dos 10 aos 59, totalizando 79% das novas infeções, sendo em maior número entre os 20 e os 29 e os 40 e os 49.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que 776 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 815 094 recuperados.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas 480 novas infeções, contabilizando-se até agora 325 561 casos e 7225 mortos.

A região Norte tem hoje 154 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 342 223 casos de infeção e 5359 mortes desde o início da pandemia.

Estas duas regiões têm 80,3% do total de novas infeções nas últimas 24 horas.

Na região Centro registaram-se mais 62 casos, acumulando-se 120 431 infeções, e 3025 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 14 casos, totalizando 30 412 infeções, e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 25 casos, acumulando-se 22 583 infeções, e 363 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 10 novos casos, totalizando 9783 casos e 69 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 44 novos casos e contabilizam 5747 casos e 33 mortos desde o início da pandemia."

11 DE JUNHO

DGS, relatório de situação, 11 de junho, COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [15h17] | Mais 519 novos casos de infeção. "Portugal registou nesta sexta-feira mais 1 morto e 519 novos casos de COVID-19, indica o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nas últimas 24 horas, foram registados mais 295 recuperados da doença, numa altura em que há 306 pessoas internadas em enfermaria (mais 11 do que na quinta-feira) e 72 em Unidades de Cuidados Intensivos.

A maior parte dos novos casos foi contabilizado na região de Lisboa e Vale do Tejo (274), sendo que o Norte é a segunda zona de administração regional com maior aumento de infeções desde quinta-feira (148).

O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 subiu de 1,05 para 1,07 e a incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes subiu de 74,8 para 79,3, foi hoje divulgado.

De acordo com o boletim epidemiológico conjunto da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), o Rt em Portugal continental é ligeiramente superior, tendo também registado uma subida, de 1,07 para 1,08.

A taxa de incidência a 14 dias em Portugal continental subiu hoje para 78,4. Na quarta-feira a taxa era de 73,6."

10 DE JUNHO

DGS 10 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h10] | Mais 910 casos de infeção. "Portugal registou seis mortes associadas à doença COVID-19 nas últimas 24 horas e contabilizou 910 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, mais de metade em Lisboa e Vale do Tejo, segundo a Direção-Geral da Saúde.

De acordo com o boletim epidemiológico de hoje, cinco mortes ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Norte.

A região de Lisboa e Vale do Tejo registou 557 novos casos nas últimas 24 horas, o que representa 61,2 por cento do total nacional.

Relativamente aos internamentos, os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) indicam que há menos 12 pessoas internadas em enfermaria, totalizando 295, e mais duas em cuidados intensivos que tem hoje um total de 72 doentes."

9 DE JUNHO

DGS, 9 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [16h10] | Mais 890 casos em 24 horas. "Portugal não regista mortes por COVID-19 nesta quarta-feira, mas contabiliza 890 novos casos, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 037 mortes e 854 522 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando nesta quarta-feira ativos 23 996 casos, mais 363 em relação a terça-feira.

O boletim da DGS revela que estão internados 307 doentes, mais 11 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 70 doentes, mais 4.

Os dados indicam ainda que mais 523 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 813 489 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 27 078 contactos, mais 386 relativamente ao dia anterior

A taxa de incidência nacional é de 74,8 casos de infeção por 100 000 habitantes e a do continente é de 73,6 casos por 100 000 habitantes.

O R(t) nacional é de 1,05 e do continente é de 1,07.

De acordo com o boletim epidemiológico desta quarta-feira, a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que tem mais casos confirmados, com 591 dos 890 registados, contabilizando-se até agora 324 250 casos e 7219 mortos.

A região Norte tem 140 novas infeções por SARS-CoV-2, totalizando 341 742 casos de infeção e 5357 mortes desde o início da pandemia.

No Centro, registaram-se mais 61 casos, acumulando-se 120 282 infeções e 3.025 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 41 casos, totalizando 30 350 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim revela que foram registados 27 casos, acumulando-se 22 500 infeções e 363 mortos.

A região Autónoma da Madeira contabilizou cinco novos casos nas últimas 24 horas. A região regista 9770 infeções e 69 mortes devido à COVID-19 desde março de 2020.

Os Açores têm 25 novos casos e contabilizam 5628 casos e 33 mortos desde o início da pandemia, segundo a DGS."

8 DE JUNHO

DGS, relatório de situação Covid-19

PORTUGAL: Observador [14h02] |598 casos de COVID-19 em Portugal nas últimas 24 horas e 1 morte. "Nas últimas 24 horas foram registados 598 novos casos de COVID-19 em Portugal, segundo a informação que acaba de ser divulgada pela Direção-Geral de Saúde (DGS).

O número de novos casos contrasta com o de ontem: 388. Há precisamente uma semana, no dia 1 de junho, contavam-se 445 casos. A 25 de maio, duas semanas antes, eram 375. É a pior terça-feira desde o dia 13 de abril, altura em que se registaram 408 novas infeções.

Os dados da DGS assinalam, também, 1 morte cuja causa foi atribuída à infeção pelo novo coronavírus, o que compara com os 2 óbitos verificados na última segunda-feira. O último dia sem mortes foi a 4 de junho e, antes disso, a 1 do mesmo mês. São agora 17 037 os óbitos por COVID-19 confirmados desde o início da pandemia.

Tanto a taxa de incidência como o R(T) são apenas atualizados às segundas, quartas e sextas. Não havendo, por isso, nova informação sobre estes indicadores.

O número de doentes internados com COVID-19 nos hospitais portugueses aumentou para 296 (são mais 5 face ao dia anterior). De domingo para segunda-feira houve um aumento significativo de internamentos: de 265 para 291, então levando o total de camas ocupadas com doentes COVID para o valor mais elevado desde 5 de maio (297).

Nos cuidados intensivos estão agora 66 pessoas. Os internamentos em UCI continuam a subir. Os cuidados intensivos estão em máximos de 18 de maio (também 66).

De acordo com o boletim divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde, contam-se menos 193 casos ativos (de um total de 23 631). Mais 790 foram consideradas recuperadas da infeção pelo novo coronavírus, de um total de 812 964. Há, no entanto, mais 341 contactos em vigilância (ao todo são 26 692)."

7 DE JUNHO

DGS, 7 de junho, relatório de situação

PORTUGAL: TVI24 [14h03] | 388 novos casos de infeção. "Portugal registou duas mortes associadas à doença COVID-19, 388 novos casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, e um aumento no número de internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico de hoje, a região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a que tem mais novos casos confirmados, com 206 dos 388 registados no período em análise, o que representa 53 por cento do total.

Relativamente aos internamentos em enfermaria, os dados da DGS indicam um aumento significativo em enfermaria, mais 26 internados, totalizando 291.

Nas unidades de cuidados intensivos (UCI), estão 59 pacientes, mais sete em relação à véspera.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos mais 109 casos, para um total de 23 824, e que 277 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, o que aumenta o total nacional para 812 174 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17 036 pessoas e foram registados 853 034 casos de infeção.

O R(t) desceu para 1,07, mas a incidência aumentou."

6 DE JUNHO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h07] | 612 novos casos e dois óbitos. "O boletim epidemiológico divulgado este domingo pela Direção-Geral da Saúde reporta mais 612 infeções por Covid-19 e duas mortes.

Mais de metade (55 por cento) dos novos casos foram registados na região de Lisboa e Vale do Tejo, o que corresponde a 340 novas infeções. A região norte reportou mais 151 casos, o centro 49, o Algarve 30 e o Alentejo 19. Foram ainda registados mais 21 casos nos Açores e dois na Madeira. Os óbitos foram reportados na região de Lisboa e Vale do Tejo e centro.

Não há alterações a registar no número de internamentos em enfermaria, mas há mais um doente internado nos cuidados intensivos. No total estão 265 doentes internados e 52 em UCI.

De acordo com o boletim, há ainda a registar mais 257 recuperados, aumentando o total de recuperações da doença para 811 897. Existem hoje mais 353 casos ativos.

Desde que foi reportado o primeiro caso de Covid-19 em Portugal já foram confirmadas 852 646 infeções e 17 034 mortes associadas à doença."

5 DE JUNHO

Boletim DGS

PORTUGAL: RTP [14h02] | Mais três óbitos e 573 casos confirmados em Portugal. "O último boletim da Direção-Geral da Saúde reporta mais 573 infeções e três mortes associadas à Covid-19.

Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região mais afetada, com 58 por cento dos novos casos (334) e duas mortes. A região norte registou 120 novas infeções, o centro 65, o Algarve 16 e o Alentejo cinco. O outro óbito foi reportado na região centro.

Foram ainda confirmados 22 casos nos Açores e 11 na Madeira.

Em relação aos internamentos, estão hoje internados em enfermaria 265 doentes (menos dois do que na véspera) e 51 em unidades de cuidados intensivos (menos dois do que no dia anterior).

O boletim reporta ainda mais 681 recuperações, para um total de 811 640 recuperados. Existem ainda mais 237 contactos em vigilância e menos 111 casos ativos.

Desde que foi reportado o primeiro caso de Covid-19 em Portugal, foram confirmadas 852 034 infeções e 17 032 mortes."

4 DE JUNHO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: Rádio Renascença [14h02] | 430 novos casos de infeção. "Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 430 casos de infetados com COVID-19. O relatório da DGS não assinala mortes em resultado da pandemia do novo coronavírus.

O boletim diário da Direção-Geral da Saúde desta sexta-feira indica ainda que o valor do R subiu ligeiramente de 1,07 para 1,08 a nível nacional. A incidência por 100 mil habitantes é de 69,8 casos por 100 mil habitantes.

A região de Lisboa e Vale do Tejo continua a ser responsável por metade dos novos casos (217), seguida da região Norte com 132 novos casos (31%). O Centro surge em terceiro lugar com 20 novos casos, o Alentejo tem 16, os Açores 26 e, por último, com 11 novas infeções vem o Algarve e com oito a Madeira.

A faixa etária que regista mais casos novos é a dos 20-29 (80 novos casos), seguida da 30-39 (74) e da 40-49 (73).

O número de casos ativos subiu novamente ultrapassando a barreira dos 23 mil (23 473). Em relação ao número de internados, há mais 13 pessoas em enfermaria e mais uma internada em unidade de cuidados intensivos.

Desde o início da pandemia, Portugal registou 851 461 casos da doença, dos quais 17 029 pessoas morreram e 810 959 acabaram por recuperar."

3 DE JUNHO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: SIC Notícias [14h03] | Mais 769 novos casos de infeção. "Portugal contabiliza nesta quinta-feira mais três mortes e 769 novos casos de COVID-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17 029 mortes e 851 031 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 23 343 casos, mais 378 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 254 doentes, menos 10 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 52 doentes, menos um.

Os dados indicam ainda que mais 388 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 810 659 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 24 929 contactos, mais um relativamente ao dia anterior.

O R(t) é de 1,07 e a taxa de incidência de casos de infeção por 100 000 habitantes nos últimos 14 dias é de 66,4."

2 DE JUNHO

DGS, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [15h08] | 724 novos casos de infeção. "Portugal registou, nesta quarta-feira, mais uma morte e 724 novos casos de COVID-19, de acordo com o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). A vítima mortal foi registada na região Norte.

Desde 6 de abril que não se registava um número tão elevado de novas infeções. A maioria foi notificada em Lisboa e Vale do Tejo (368).

O índice de transmissibilidade (Rt) fixa-se nos 1,07 a nível nacional. A incidência subiu, passando 63,3 para 66,4 casos por 100 mil habitantes a nível nacional e de 60,4 para 63,7 casos por 100 mil habitantes no continente nos últimos 14 dias.

Nas últimas 24 horas recuperaram da doença mais 458 pessoas, num total de 810 271.

Os dados divulgados pela DGS mostram também que estão ativos mais 265 casos, para um total de 22 965.

Em Portugal, morreram 17 026 pessoas dos 850 262 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde."

1 DE JUNHO

DGS, 1 de junho, relatório de situação COVID-19

PORTUGAL: TVI24 [14h02] | 445 novos casos de infeção. "Portugal registou, nesta terça-feira, 445 novos casos de infeção por COVID-19, num dia sem mortes, de acordo com o mais recente boletim da Direção-Geral de Saúde (DGS).

Lisboa e Vale do Tejo voltou a registar o maior número de casos (249), seguida da região Norte com 113, Centro com 42, Alentejo com 13 e Algarve com 12.

Relativamente aos internamentos, há menos 15 pessoas em enfermaria, totalizando 268, e menos duas em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI), totalizando 50.

Nas últimas 24 horas recuperaram da doença mais 678 pessoas.

Os dados divulgados pela DGS mostram ainda uma redução no número de casos ativos, menos 233, para um total de 22 700, e que 678 pessoas foram dadas como recuperadas nas últimas 24 horas, num total de 809 813 recuperados.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram em Portugal 17 025 pessoas. O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu em 363, totalizando agora 24 489."

Ler mais AQUI.

Fotos: Arquivo
Última atualização: 1 de julho de 2021

Relacionadas

Hóquei em Patins Feminino

As melhores imagens da conquista da 8.ª Supertaça!

A equipa feminina de hóquei em patins do Sport Lisboa e Benfica venceu por 1-3, este dia 23 de outubro, no Pavilhão de Alverca, a 8.ª Supertaça do seu historial frente ao Clube Atlético de Campo de Ourique (CACO). Um triunfo justo com golos de Marlene Sousa, Maria Sofia Silva e Cata Flores aplaudidos pelo Presidente Rui Costa. 

Futebol

Sub-23 | Antevisão ao dérbi

Luís Castro, treinador dos Sub-23 do Benfica, e o médio Pedro Santos anteviram o Sporting-Benfica, da 7.ª jornada da zona sul da Liga Revelação. O dérbi está agendado para as 13h00 deste domingo. O técnico garante, à BTV, que a equipa vai "encarar o jogo para vencer" e vaticina "um jogo equilibrado". O centrocampista admite que "jogar contra o Sporting é sempre especial" garantindo que os encarnados estão "preparadíssimos".

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar