Futebol

24 setembro 2021, 17h30

Lance do jogo

A equipa de Sub-23 do SL Benfica deslocou-se nesta sexta-feira, dia 24 de setembro, ao terreno do Estoril e empatou 1-1 em desafio da 5.ª jornada da Liga Revelação.

O equilíbrio foi a nota dominante do início do encontro, com os dois conjuntos a anularem-se mutuamente. Assim, a primeira ocasião surgiu apenas no minuto 18, na sequência de um canto, com Vasco Oliveira a cabecear para defesa confortável de Samuel Soares.

O Estoril apostou bastante na meia distância, embora todas as tentativas tenham saído ao lado. Todavia, de bola parada, continuavam a causar perigo. Aos 37 minutos, o livre direto de Sérgio Andrade, desviado pela barreira, embateu na barra.

No pontapé de canto que se seguiu, Gilson Benchimol correspondeu ao cruzamento de Sérgio Andrade com um cabeceamento potente para o fundo das redes (1-0).

Na segunda parte, as águias responderam à superioridade estorilista do primeiro tempo com uma entrada autoritária. Logo nos segundos inaugurais, Cher Ndour viu o seu remate ser transviado na defesa e sair muito próximo do poste e, pouco depois, João Tomé disparou cruzado para defesa atenta de Jota Oliveira.

Estoril-Benfica

Depois das duas ameaças, veio o golo. À passagem do minuto 72, Martim Neto cruzou da bandeirola de canto para o segundo poste, onde Tomás Araújo ganhou nas alturas e entregou a Zan Jevsenak, que atirou a contar (1-1). 

Os jovens encarnados continuavam por cima na partida e, aos 80', Fraculino Djú obrigou o guardião adversário a nova intervenção segura. A equipa da casa ripostou com um cabeceamento de Gilson, mas Samuel Soares defendeu com facilidade.

Nos últimos minutos, o jogo ficou partido e surgiram ocasiões para os dois lados: Rodrigo Matos dispôs de dois lances na grande área, mas faltou-lhe pontaria; Vasco Oliveira, de livre direto, enviou o couro muito próximo do alvo; Jota Oliveira evitou um autogolo de Volnei com uma enorme defesa e Diogo Batista encerrou o duelo com uma tentativa ao lado da baliza.

Ainda assim, o empate não se desfez e o SL Benfica soma agora sete pontos (duas vitórias, um empate e uma derrota) na Liga Revelação.

Luís Castro

DECLARAÇÕES

Luís Castro (treinador dos Sub-23): "Penso que foi uma primeira parte dividida, sofremos o golo de bola parada, sabíamos que o Estoril tem uma excelente equipa. Tentámos ser superiores e uma boa equipa, e penso que na segunda parte fomos muito superiores. O guarda-redes fez uma excelente defesa na parte final, tivemos vários remates dentro da área. A equipa já estava bem, mexemos para refrescar um bocado e carregar mais em termos ofensivos porque queríamos chegar à vitória. O empate também é justo, agora, a haver um vencedor, pelas oportunidades que criámos e por estarmos a maior parte da segunda parte no meio-campo do Estoril, penso que seria o Benfica."

Rafael Rodrigues (defesa do Benfica): "Faltou o golo. Nos últimos 15 ou 20 minutos dominámos completamente o Estoril, estivemos sempre no meio-campo ofensivo e acho que devíamos ter saído daqui com a vitória. Temos vindo a evoluir a cada dia, cada treino e cada jogo e só podem esperar de nós a vitória. O Benfica luta sempre para ganhar e é isso que vamos tentar fazer."

Estoril - Benfica
1-1
Estádio António Coimbra da Mota
Onze do Benfica
 Samuel Soares, João Tomé (84'), Tomás Araújo, António Silva, Rafael Rodrigues, Zan Jevsenak, Pedro Santos (74'), Martim Neto, João Resende (65'), Cher Ndour (65') e Diego Moreira (84')
Suplentes
André Gomes, Martim Ferreira (84'), Diogo Spencer, Adrian Bajrami, Nuno Félix, João Neves, Ronaldo Camará (65'), Rodrigo Matos (74'), Franculino Djú (65') e Luís Semedo (84')
Ao intervalo 1-0
Golo do Benfica
 Zan Jevsenak (72')

Texto: Simão Vitorino
Fotos: Federação Portuguesa de Futebol e Arquivo SL Benfica
Última atualização: 24 de setembro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar