Hóquei em Patins Feminino

17 outubro 2021, 20h01

CACO e Benfica disputaram a 6.ª jornada

As octocampeãs nacionais encerraram este domingo, dia 17 de outubro, a participação no Torneio de Abertura APL. Na jornada que decidia a conquista da prova, as comandadas de Paulo Almeida perderam, por 4-2, ante o CACO, no Pavilhão Clube Atlético de Campo de Ourique.

A equipa feminina de hóquei em patins do Benfica iniciou oficialmente a época 2021/22 com a participação no Torneio de Abertura APL, onde defrontou o Stuart Massamá, a APAC Tojal e o CACO.

Com as benfiquistas Marlene Sousa, Beatriz Figueiredo, Maria Vieira, Marta Sofia Silva e Raquel Santos ao serviço da Seleção Nacional para o Campeonato da Europa, o técnico Paulo Almeida encontrava ao seu dispor Rita Albuquerque, Marta Benfeitas, Cata Flores, Maca Ramos, Inês Severino, Sofia Contreiras e Catarina Pedro.

Na 1.ª jornada do Torneio, as octocampeãs nacionais puderam ainda contar com a presença das jogadoras que iriam disputar o Europeu. Frente ao Stuart Massamá, no Pavilhão Fidelidade, as encarnadas venceram por 7-3. Na partida seguinte a história já foi outra. Desfalcada, a equipa do Benfica visitou o Tojal e jogou apenas com seis atletas na ficha de jogo, face ainda à ausência de Cata Flores, que não se encontrava inscrita na prova. Contra todas as adversidades, as águias triunfaram por 0-14. Na 3.ª jornada, novo êxito das comandadas de Paulo Almeida, desta feita, frente ao CACO, por 9-3.

Hóquei em Patins Feminino

Com estes resultados, as encarnadas levavam três vitórias nas primeiras três partidas da competição.

À 4.ª jornada, foi a vez de o Benfica se deslocar ao reduto do Stuart Massamá. Numa partida bem disputada e em que o nulo se manteve até ao intervalo, 3-2, para as da casa, foi o desfecho. Sem baixarem os braços, as águias receberam o Tojal na 5.ª jornada e num encontro sem discussão venceram por 15-0.

A equipa benfiquista seguia na liderança da Série A com 12 pontos e faltava apenas o jogo frente ao CACO para decidir a classificação no Torneio de Abertura APL.

Na deslocação ao Pavilhão de Campo de Ourique, o Benfica entrou em campo a precisar apenas de um empate para garantir a conquista do Torneio. Mas perante um adversário mais eficaz, que marcou por quatro vezes, contra os dois golos das octacampeãs nacionais, assinados por Cata Flores e Catarina Pedro, o Glorioso foi derrotado e, com o resultado de 4-2ficou no 2.º lugar da competição, com quatro vitórias e duas derrotas, 12 pontos.

Face ao cômputo de todos os resultados, o Stuart Massamá, com 13 pontos somados, conquistou o Torneio.

Os dois emblemas, Benfica e CACO, voltam a encontrar-se às 12h00 de sábado, dia 23 de outubro, em Alverca, para a disputa da Supertaça feminina de hóquei em patins, onde as águias já contarão com as cinco internacionais que estiveram a competir no Europeu. 

Hóquei em Patins Feminino

CACO-Benfica
4-2
Pavilhão Clube Atlético de Campo de Ourique

Cinco inicial do Benfica
 Rita Albuquerque, Sofia Contreiras, Cata Flores, Inês Severino e Maca Ramos
Suplentes
Marta Benfeitas e Catarina Pedro
Ao intervalo 3-0
Golos do Benfica
 Cata Flores e Catarina Pedro

Texto: Redação
Fotos: Cátia Luís / SL Benfica
Última atualização: 17 de outubro de 2021

Patrocinadores Hóquei


Relacionadas

Futebol

A paixão do dérbi!

Uma viagem histórica pela paixão sentida nos dérbis entre Benfica e Sporting, conduzida pela BTV, mostrou as emoções sentidas por alguns dos protagonistas ao longo dos anos. Toni lembrou que se trata de "um dérbi eterno", Aimar, esse, recordou a paixão de marcar um golo e em André Almeida ainda hoje perdura o célebre grito em uníssono dos adeptos, em 2015, aos 71', em que na Catedral se ouviu: "Eu amo o Benfica! Eu amo o Benfica!". Gaitán, Rui Águas, Jonas, Calado, Veloso, Paulo Futre e no feminino pelas vozes de Pauleta e Nycole, todos eles sentiram e guardam esta paixão

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar