Voleibol feminino

17 outubro 2021, 20h16

Equipa do Benfica

Na deslocação deste domingo, dia 17 de outubro, ao reduto do V. Guimarães, a equipa feminina de voleibol do Benfica saiu vitoriosa, por 2-3, em partida referente à 5.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional. 

No encontro anterior, disputado sábado, da 4.ª jornada, frente a AJM/FC Porto, a equipa do Benfica sofreu a primeira derrota na 1.ª fase do Campeonato Nacional (3-0). Na deslocação deste domingo, as comandadas de Nuno Brites tiveram a oportunidade de regressar às vitórias, e assim o fizeram.

Entrou melhor o Benfica em casa das vimaranenses. Com um primeiro set equilibrado e as duas formações a disputarem a partida, foi nas vantagens que o parcial ficou decidido: 25-27 (0-1 no jogo). Já no set seguinte, a superioridade do V. Guimarães foi nítida. As encarnadas entraram a ganhar, mas as adversárias recuperaram e deixaram tudo em aberto: 25-20 (1-1).

O início do 3.º tempo foi "taco a taco" e o marcador apontou igualdades inúmeras. Ainda assim, a equipa da casa conseguiu sobrepor-se com um 25-20 (2-1). No 4.º período, o Benfica regressou ao ataque, saltou para a dianteira e empatou novamente a partida: 17-25 (2-2)

Com a vitória a poder cair para qualquer um dos lados, as formações entraram para o 5.º e último set com determinação e o resultado distanciava-se pela margem mínima. Mas o Benfica acertou o remate, foi às vantagens, e com mais eficácia obteve o parcial de 15-17, triunfando sobre o V. Guimarães por 2-3.

Na partida da 6.ª jornada, agendada para as 16h00 do dia 24 de outubro (domingo), o Benfica recebe o Leixões no Pavilhão n.º 2 da Luz.

V. Guimarães-Benfica
2-3
Pavilhão Desportivo Unidade Vimaranense
Formação inicial do Benfica
Fernanda Silva, Thaynã Moraes, Letícia Bonardi, Thaynara Nunes, Neusa Neto, Karina Sobreira e Beatriz Pereira (L)
Suplentes
Kamilla Augusto, Sara Fernandes, Beatriz Paiva, Alice Clemente, Marisa Pardal, Camila Rodrigues e Maria Jardim (L)
1.º set 2.º set 3.º set 4.º set 5.º set
25-27 25-20 25-20 17-25   15-17

Texto: Redação
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 27 de outubro de 2021

Relacionadas

Futebol

A paixão do dérbi!

Uma viagem histórica pela paixão sentida nos dérbis entre Benfica e Sporting, conduzida pela BTV, mostrou as emoções sentidas por alguns dos protagonistas ao longo dos anos. Toni lembrou que se trata de "um dérbi eterno", Aimar, esse, recordou a paixão de marcar um golo e em André Almeida ainda hoje perdura o célebre grito em uníssono dos adeptos, em 2015, aos 71', em que na Catedral se ouviu: "Eu amo o Benfica! Eu amo o Benfica!". Gaitán, Rui Águas, Jonas, Calado, Veloso, Paulo Futre e no feminino pelas vozes de Pauleta e Nycole, todos eles sentiram e guardam esta paixão

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar