Futebol

23 outubro 2021, 19h52

Festejos

RESUMO DO JOGO

A equipa B do Benfica recebeu e venceu, neste sábado, no Seixal, a Académica, por 3-1, em jogo da 9.ª jornada da Liga 2. 

A jogar em casa, o Benfica tomou logo conta das incidências da partida, com maior posse de bola e a colecionar oportunidades. Aos 7', pontapé de canto apontado por Filipe Cruz e Paulo Bernardo, de forma acrobática, a atirar à barra. Seria um golaço! Os festejos não surgiram aqui, apareceram aos 11'. Passe a rasgar de Sandro Cruz para Henrique Araújo e o avançado, com grande categoria, a picar a bola sobre Mika para o 1-0

Na frente, os comandados por Nélson Veríssimo continuaram a carregar e, aos 16', Umaro Embaló ficou perto do segundo das águias após cruzamento de Sandro Cruz. Não marcou o Benfica B, faturou a Académica, aos 19'. Arranque de Hugo Seco pela direita, cruzamento e João Traquina, sozinho na área, a finalizar para o 1-1. Ao tento sofrido, os encarnados responderam com um livre direto apontado por Filipe Cruz que ainda tocou na malha lateral da baliza da briosa (27'). 

O jogo caminhava a passos largos para o intervalo até que, aos 40', surgiu o 2-1. Erro de Mika com os pés, a bola sobrou para Tiago Gouveia que atirou para a baliza deserta, fixando, assim, o resultado ao intervalo

RESUMO DA 1.ª PARTE

O Benfica B veio para a etapa complementar com propensão ofensiva e com vários remates a tentar alvejar a baliza defendida por Mika. As ameaças transformaram-se em golo, aos 53'. Perda de bola da Académica na construção, Tiago Gouveia endossou o esférico para Umaro Embaló, que, do meio da rua, desferiu um remate de belo efeito para o 3-1. Pouco depois da hora de jogo, os treinadores começaram a operar mudanças nas peças...

A ganhar por dois golos, o Benfica B baixou o ritmo e geriu a vantagem. Os de Coimbra, por seu lado, e apesar de começarem a ter mais bola (consentida pelas águias), não conseguiam levar perigo até à baliza defendida por Svilar. A bola andou quase sempre longe das áreas, com a exceção a ser aos 82', quando Samuel Pedro rematou para Mika encaixar após jogada individual. Nos descontos, Fábio Baptista viu o cartão vermelho direto. Ainda assim, o resultado de 3-1 não mais se alterou. 

A equipa B do Benfica passa a somar 17 pontos (menos um jogo) na Liga 2, e acerta o calendário a meio da semana, com uma deslocação ao reduto do Varzim. 

Benfica B-Académica

DECLARAÇÕES

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): "Fizemos um bom jogo. O desafio era encarar a Académica sem olhar para a classificação e para os últimos resultados. Se assim fosse, teríamos sérios problemas. Os jogadores abordaram este jogo de forma séria e comprometida. Tivemos mais posse de bola e mais oportunidades. A Académica deu uma boa réplica e criou-nos dificuldades. Foi um jogo bem disputado e conquistámos três pontos. Agora temos dois jogos fora, com o Varzim e com o Leixões. Deixar uma mensagem ao nosso grupo de trabalho de que todos contam e que temos sempre mais dificuldades quando olharmos mais para os interesses individuais. De uma forma global, com a Académica, todos mostraram compromisso."

Tiago Gouveia (man of the match e jogador do Benfica B): "É o primeiro prémio de Homem do Jogo e estou muito feliz, mas o mais importante é que a equipa fez um grande jogo e sem ela este prémio não seria possível. O mais importante é que vencemos mais três pontos nesta caminhada. [sobre o golo obtido] Recebi a bola e a primeira coisa que pensei foi tentar a minha sorte."

Pedro Álvaro (jogador do Benfica B): "Foi um jogo muito difícil, como são todos na Liga 2. Entrámos muito bem na primeira parte e soubemos gerir bem na segunda metade. A equipa teve várias oportunidades, a Académica chegou ao golo com um remate à baliza. Este é o caminho. Jogámos em casa e conseguimos uma vitória muito importante. A nível pessoal foi uma conquista para mim, porque já não fazia 90 minutos há muito tempo devido a lesões."

Benfica B-Académica

Benfica B-Académica
3-1
Benfica Campus (Campo n.º 1)
Onze do Benfica B
 Svilar, Filipe Cruz, Tomás Araújo (Miguel Nóbrega, 63'), Pedro Álvaro, Sandro Cruz (Fábio Baptista, 80'), Rafael Brito (Cher Ndour, 63'), Martim Neto (Ronaldo Camará, 90'), Paulo Bernardo, Tiago Gouveia (Samuel Pedro, 80'), Umaro Embaló e Henrique Araújo
Suplentes
 Leo Kokubo, Samuel Pedro (80'), Luís Lopes, Jair Tavares, Ronaldo Camará (90'), Miguel Nóbrega (63'), Nuno Félix, Fábio Baptista (80') e Cher Ndour (63')
Ao intervalo 2-1
Golos do Benfica B
 Henrique Araújo (11'), Tiago Gouveia (40') e Umaro Embaló (53')
Boletim clínico
João Neto (entorse no tornozelo esquerdo), Pedro Ganchas (síndrome pubálgico) e Diogo Capitão (entorse no tornozelo esquerdo)

Texto: Marco Rebelo
Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica
Última atualização: 23 de outubro de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Relacionadas

Futebol

A paixão do dérbi!

Uma viagem histórica pela paixão sentida nos dérbis entre Benfica e Sporting, conduzida pela BTV, mostrou as emoções sentidas por alguns dos protagonistas ao longo dos anos. Toni lembrou que se trata de "um dérbi eterno", Aimar, esse, recordou a paixão de marcar um golo e em André Almeida ainda hoje perdura o célebre grito em uníssono dos adeptos, em 2015, aos 71', em que na Catedral se ouviu: "Eu amo o Benfica! Eu amo o Benfica!". Gaitán, Rui Águas, Jonas, Calado, Veloso, Paulo Futre e no feminino pelas vozes de Pauleta e Nycole, todos eles sentiram e guardam esta paixão

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar