Hóquei em Patins Feminino

09 junho 2022, 12h39

Equipa do Benfica no treino

A equipa feminina de hóquei em patins do Benfica dá a "stickada" de saída nas meias-finais do play-off do Campeonato Nacional nesta sexta-feira, 10 de junho, às 17h30, no pavilhão do CACO. Paulo Almeida e Maria Sofia Silva fizeram a antevisão ao jogo 1 da eliminatória, que pretendem "resolver no domingo".

Benfica avançou no play-off do título nacional ao vencer o Stuart Massamá no jogo 1 e no jogo 2 dos quartos de final, por 0-4 e 3-1, respetivamente. O CACO, por sua vez, teve de ir à negra (jogo 3) com a Sanjoanense (2-1).

"Vai ser um jogo extremamente difícil. O CACO começa a meia-final em casa, no seu pavilhão, e o Benfica vai lá para ganhar o jogo. Costumo dizer às jogadoras que não são obrigadas a golear todas as equipas, mas a jogar durante 50 minutos para ganhar todos os jogos", prognosticou Paulo Almeida, em declarações à BTV.

Hóquei em patins feminino

"Agora é o mata-mata. Vamos lá na sexta-feira para ganhar o jogo e trazer a eliminatória para resolver no domingo, em dois jogos, como fizemos com o Stuart, para chegarmos à final. É o que queremos e estamos preparados para isso", acrescentou o técnico.

Este será o sexto encontro entre as duas equipas na presente temporada, o Benfica saiu vencedor nos cinco anteriores e num deles conquistou a Supertaça. Não obstante os resultados, e porque a eliminatória começa no Pavilhão Clube Atlético de Campo de Ourique, Paulo Almeida deixou alertas.

"A equipa do Campo de Ourique é muito aguerrida, dá tudo. Às vezes até exagera na questão da dureza. Não desiste do jogo, enquanto estiver equilibrado vão lutar com as armas que têm e o Benfica tem de desmontar isso. Queremos resolver o jogo com cabeça ao longo dos 50 minutos", detalhou o treinador.

Hóquei em patins feminino

Às palavras do treinador juntam-se as de Maria Sofia Silva. Na antevisão ao jogo a avançada do Benfica traçou a postura do adversário e apontou ao foco e concentração da equipa encarnada.

"É uma equipa que conhecemos muito bem. Numa meia-final, elas vão entrar com tudo, e é em casa delas, um rinque difícil. Vamos ter de entrar concentradas e focadas. Sabemos que elas vão jogar no nosso erro, em contra-ataque, vão tentar anular o nosso golo e não podemos facilitar", pormenorizou a internacional portuguesa.

Texto: Rafaela Certã Alves
Fotos: João Paulo Trindade / SL Benfica
Última atualização: 9 de junho de 2022

Patrocinadores Hóquei


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar