16/05/2021

Prémio Homenagem | José Bastos

Sócio do Benfica desde os 13 anos, José Bastos tornou-se atleta do Clube através de treinos de futebol à experiência e acabou por integrar a equipa de Juniores em 1946/47. O guarda-redes deu nas vistas e subiu à equipa principal em 1949/50. Foi o dono da baliza encarnada que conquistou, no Estádio Nacional, em 1950, a Taça Latina, diante do Bordéus (2-1, ap). Jogou de águia ao peito até 1959/60, venceu 3 Campeonatos Nacionais, 5 Taças de Portugal e 1 Taça Latina. Faleceu a 24 de novembro de 2020, mas o Benfica nunca o esquecerá e atribuiu-lhe o Galardão Cosme Damião Prémio Homenagem. A esposa do antigo jogador, Maria do Carmo Bastos, recebeu o prémio das mãos do Presidente Luís Filipe Vieira e reconheceu a importância do Clube na vida de José Bastos: "O Benfica fez muito por ele." Os vencedores dos Galardões Cosme Damião foram divulgados ao longo desta semana, de 10 a 16 de maio, através da BTV.

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar