17 de setembro de 2020, 18h52

Águia com olhos na Supertaça

Voleibol

Marcel Matz e André Lopes lançaram o encontro das meias-finais.

Após uma passagem imaculada pela fase de grupos da competição que marca a abertura da temporada em Portugal, o Sport Lisboa e Benfica regressa a Gondomar para discutir o acesso à final da Supertaça de voleibol.

O primeiro troféu da época está prestes a encontrar novo dono e as meias-finais da Supertaça arrancam com um dérbi. Às 15h00 deste sábado, o Pavilhão Multiusos de Gondomar é a casa do embate entre Benfica e Sporting.

Apesar do recente historial positivo das águias a nível interno, no lançamento do encontro, Marcel Matz recusou o favoritismo, preferindo sublinhar a vontade de continuar a trabalhar para amealhar mais conquistas.

Voleibol Supertaça 2020 Benfica-Sporting

"Não gosto de assumir favoritismos, mesmo sabendo que o nosso grupo já trabalha junto há algum tempo. Temos tido muitas vitórias e poucas derrotas dentro de Portugal, mas a ambição de continuar a ganhar é a mesma. O Sporting montou uma boa e competitiva equipa com as trocas que fez, mas ainda lhe falta algum ritmo de jogo para chegar ao seu melhor nível. Nós podemos ter um grupo mais forte, mas eles têm muito mais dados e elementos para avaliar a nossa equipa", referiu o técnico.

Questionado sobre a possibilidade de esta meia-final vir a ser, mais tarde, a final do Campeonato, o líder do grupo benfiquista fez questão de relembrar o investimento de outras equipas, mas manteve o foco na partida deste fim de semana.

"Ainda é cedo para dizer se pode ser a final do Campeonato. Vai demorar mais um pouco a ver a força das equipas nesta temporada, houve muitas alterações, nomeadamente no Sporting e no SC Espinho, já que a Fonte do Bastardo conseguiu manter a sua base. Claro que neste sábado é um clássico, estamos muito preparados para defrontá-los, tentar a vitória e seguir na competição", concluiu.

Voleibol Supertaça 2020 Benfica-Sporting

A derrota leonina diante da Fonte do Bastardo, no passado fim de semana, atirou a turma orientada por Gersinho para o 2.º lugar do grupo, obrigando assim a duelo com o Benfica. André Lopes encarou com naturalidade o resultado e confessou que a vitória na prova é o único pensamento do grupo.

"A vitória da Fonte do Bastardo foi uma surpresa… mais ou menos. A Fonte do Bastardo também tem uma grande equipa, recheada de bons jogadores. A verdade é que o Sporting está numa época de reconstrução. Tiveram necessidade de alterar algumas peças, em condições normais vão melhorar as suas performances durante a época. Mas a nossa prioridade é o nosso lado. Tem sido essa a nossa filosofia e tem resultado. Começar a época com a vitória na Supertaça é o principal objetivo", frisou.

A trabalhar há pouco mais de um mês, o zona 4 dos encarnados abordou o contexto atípico deste período preparatório, mas acredita num desfecho positivo e na conquista do primeiro troféu da temporada.

Voleibol Supertaça 2020 Benfica-Sporting

"Não foi uma pré-época que se possa dizer normal. Em termos de preparação foi mais curta do que o habitual, mas creio que conseguimos criar uma base suficiente para ter já uma boa prestação neste fim de semana, tal como tivemos no anterior", finalizou.

Quem levar a melhor entre águias e leões marcará encontro com o vencedor do jogo entre SC Espinho e Fonte Bastardo. A final da Supertaça está agendada para este domingo, pelas 15h00, no Pavilhão Multiusos de Gondomar.

Fotos: Cátia Luís / SL Benfica


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar