Futebol

15 maio 2021, 21h43

Jorge Jesus

CONFERÊNCIA DE IMPRENSA

"Fizemos uns primeiros 45 minutos espetaculares, com grandes golos e jogadas", considerou Jorge Jesus na análise ao dérbi da 33.ª jornada da Liga NOS entre Benfica e Sporting, e que terminou com um triunfo das águias, por 4-3.

O treinador encarnado destacou a atitude dos dois emblemas; elogiou Pizzi pela exibição e Everton e Lucas Veríssimo pela chamada à seleção brasileira; agradeceu o apoio dos Benfiquistas; revelou o carinho que nutre por Rúben Amorim; e alertou para um futebol português cada vez mais competitivo.

Dérbi

Dérbi bem disputado

"Primeiro que tudo dar os parabéns às três equipas. Principalmente ao Benfica, mas também ao Sporting, porque este jogo foi um espetáculo que deveria ter aqui 60 mil pessoas e ser ainda mais emocionante do que foi. Duas equipas que quiseram ganhar. O Benfica entrou forte, depois do 3-0 começou a acreditar que não precisava de ter outro momento do jogo que é: na perda de bola, fechar os espaços. Sofremos o 3-1 a acabar a primeira parte e o Sporting acreditou que podia entrar no jogo. Fizemos o 4-1 no início da segunda parte... e temos de saber gerir esse resultado. O Sporting acreditou sempre. Depois do 4-2 surgiu o 4-3. Mas se tivesse de haver um golo teria de ser o 5-3 e não o 4-4. Parabéns aos jogadores do Benfica. Fizemos uns primeiros 45 minutos espetaculares, com grandes golos e grandes jogadas, e ganhámos. Temos de dar mérito à equipa contra quem jogámos também. O Benfica esteve muito forte coletivamente, técnica e taticamente. Como costumo dizer, fizemos jogadas com nota artística. Mais uma vitória que nos permite fazer uma segunda volta muito forte."

Dérbi

A importância de Pizzi

"Dos dois sistemas [4x4x2 ou 3x4x3], um deles faz com que o Pizzi jogue mais entre linhas do que outro, bem como a posição em que joga, pois uma coisa é jogar como médio-centro ao lado do Julian [Weigl], outra coisa é jogar como um ala fechado permitindo que jogue à largura ou por dentro. O sistema é que faz com que o Pizzi – ou qualquer outro jogador – possa ter mais espaço de manobra e, sabendo posicionar-se, coisa que o sabe fazer porque é experiente, ser determinante a desequilibrar."

Dérbi

Saída do Seixal com apoio dos adeptos

"Jogamos para os adeptos, para o carinho que recebemos deles. Face à classificação do Benfica – estão habituados a ganhar títulos e serem campeões – podiam estar contra a equipa, mas estão a dar-nos carinho. Também perceberam o que aconteceu à equipa em janeiro [COVID-19]. Os jogadores sentem quando têm o calor dos adeptos e ficam mais confiantes. Fora do Estádio houve muitos adeptos a incutirem-nos esperança e fé. Quero agradecer-lhes, porque só se vê isto a ganhar. Parabéns aos adeptos do Benfica."

Dérbi

A relação com Rúben Amorim

"O Rúben Amorim, curiosamente, foi o jogador que mais tempo trabalhou comigo: sete anos. Trabalhou comigo no Belenenses também. Praticamente fez uma carreira comigo como jogador. O carinho que temos um pelo outro é dentro da normalidade. Os jogadores são diferentes. O Rúben tem muita personalidade e às vezes tínhamos algumas discussões, como tenho agora no Benfica. É algo normal. Dei-lhe os parabéns, não lhe quis dar por telefone porque merecia que lhe desse pessoalmente. Esperei pelo jogo, encontrei-me com ele no túnel e dei-lhe os parabéns, e voltei a dar-lhe no fim. Agora, se ganhámos três Campeonatos juntos? Sim, isso é verdade [2009/10, 2013/14 e 2014/15]. Fomos a única equipa que derrotou o Sporting até agora [na Liga NOS] e eles estão de parabéns pelo título."

Dérbi

Um mês de janeiro fatal na época

"Uma coisa é falar e outra coisa é provar. A segunda volta do Benfica prova que tinha razão. A partir do momento em que os jogadores do Benfica ficaram saudáveis e começaram a trabalhar com intensidade, a evolução deu-se e os resultados estão aí. Perdemos 11 pontos em janeiro e já não conseguimos recuperar. Ganhámos, mas os nossos adversários também perderam poucos pontos."

Dérbi

Campeonato Nacional muito competitivo

"OS jornalistas veem sempre o jogo de forma diferente dos treinadores. Acham sempre que os quatro grandes, porque o SC Braga também é um grande, têm de jogar sempre bem, estar sempre por cima e ganhar. Não é assim. O futebol português está cada vez mais competitivo e as equipas têm dificuldade em ganhar. Não é tirar mérito aos quatro grandes. Os treinadores portugueses são os melhores do mundo. Não tenham dúvida. A forma como olham para o jogo, como treinam, como anulam o adversário… e quando têm bons jogadores ainda melhores são."

Dérbi

A Liga NOS e as "Big Five" da Europa

"A diferença entre o nosso Campeonato e os cinco maiores da Europa está no cifrão. Estamos a falar de jogadores que ganham milhões. Mas se olharmos para esses campeonatos, quem é que são os campeões? São sempre os mesmos. Em Espanha são sempre dois [Real Madrid e Barcelona], mas pode ser que neste ano seja o Atlético de Madrid; em Inglaterra é quase sempre a mesma coisa; em França é quase sempre o mesmo [Paris Saint-Germain]; na Alemanha… ai é que é sempre o mesmo [FC Bayern]. Não sei onde é que está a competitividade nesses países."

Festejos

Everton e Lucas Veríssimo na canarinha

"Estive um ano e meio no Brasil e conhecia bem os jogadores da Primeira Divisão. Sabia que estavam ali dois grandes jogadores e por isso é que pedi à direção do Benfica para os contratar. O Everton e o Lucas Veríssimo vêm com mais jogos, porque ainda jogaram os campeonatos estaduais. O Everton está a terminar o campeonato dentro do valor dele. Até lhe disse: 'Agora já és o Cebolinha'. O valor dele haveria de aparecer. Parabéns também ao Lucas Veríssimo! Nunca tinha sido convocado e acredito que se vai afirmar na seleção do Brasil. Isto também é uma garantia para o Benfica por ter dois jogadores na seleção do Brasil que, para mim, é a melhor do mundo."

Até 50% Desconto em toda a Coleção Adidas

Texto: Marco Rebelo
Fotos: Isabel Cutileiro e Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 15 de maio de 2021

Patrocinadores principais do Futebol


Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar