Casas Benfica

03 dezembro 2021, 12h11

Casa Benfica Bairrada

REPORTAGEM BTV

No episódio desta semana do programa "Pelas Casas do Benfica", a BTV visitou virtualmente o braço armado do Clube na Bairrada. A arte de bem receber, a dedicação, o respeito e a entrega à causa fazem dela um ponto de referência.

Situada na Rua das Tílias, no Curia Clube, em Tamengos, a embaixada n.º 164 do Clube nasceu do desejo de um grupo de amigos Benfiquistas, que se juntavam de forma regular. Criada na década de 1990, a ideia foi crescendo, adquirindo forma e, com o apoio da Casa Benfica Aveiro, ganhou alicerces sendo inaugurada em 2002, pelo Presidente de então, Manuel Vilarinho. "De lá para cá são muitos os anos, mas sempre a melhorar", como explicou o presidente deste braço armado, Humberto Luís Macedo Pinto.

Casa Benfica Bairrada

"Nascemos com muita força e vontade. O futsal do Benfica estava na altura a dar também os primeiros passos e nós criámos uma ligação muito forte com a secção. Durante largos anos a equipa fez os seus estágios no Luso, isso trouxe um grande impulso ao nível da projeção da Casa, até mesmo no seio do próprio Benfica. Vimos nascer muitas estrelas e vivemos um grande dinamismo", recordou o dirigente.

Pelo seu excecional trabalho, o reconhecimento chegou em 2008...

"Recebemos o galardão Cosme Damião de Casa do Ano em 2008. Não era só o futsal, a Bairrada era sítio de paragem do andebol, do voleibol, no fundo, todas as nossas modalidades passaram por aqui", referiu com orgulho, lembrando que na zona "come-se e bebe-se muito bem", o que também traz mais gentes ao local.

Para a frente, olha-se com muita ambição, mas a dedicação com que se construiu esta Casa, com as próprias mãos, tijolo a tijolo, é bem vincada.

"Estou cá desde o princípio. Este local era um bloco de apartamentos em bruto, nós é que acabámos a obra, com as nossas próprias mãos, nos tempos que conseguíamos. Aqui vive-se com muita dedicação", lembrou o presidente, apelando de seguida aos associados.

"Precisamos dos Sócios para manter a Casa viva. Temos cerca de 800. Devido à pandemia, andaram um pouco arredados, mas agora estão a regressar. Venham", convidou.

Casa Benfica Bairrada

Manuel António Soares Almeida é vice-presidente da CB Bairrada e delegado regional da Beira Litoral, funções que exerce há dois anos.

"Neste momento está tudo a correr bem, até melhor do que tínhamos idealizado. A procura está a ser boa, a renovação das quotas tem sido fantástica por parte dos Sócios. Tudo isto é fundamental, as pessoas acreditam cada vez mais no projeto", lançou.

As instalações albergam mais de cem pessoas e estão abertas diariamente das 19h00 às 22h00. No total, a Direção é composta por 32 membros, e todos trabalham na embaixada.

"É um espaço acolhedor onde podemos estar presentes, juntos, comer, beber, conversar. A Casa também tem uma área de merchandising, bilhética… tudo o que um Sócio ou simpatizante do Benfica necessita para estar a par de tudo o que acontece no Clube", elencou.

"As memórias são todas boas. É o nosso cantinho, onde nos sentimos bem! É uma Casa diferenciada", concluiu.

Casa Benfica Bairrada

Carlos Trancho é o vice-presidente do Conselho Fiscal. Esteve durante largos anos emigrado nos EUA e regressou a Portugal em 2017, tendo ingressado na Casa na altura.

"Lá fora vive-se o Benfiquismo de uma forma mais forte. Sofremos muito. Era presença habitual na Casa Benfica Newark e, quando regressei a Portugal, encontrei esse Benfiquismo aqui. Fiquei impressionado. Desde então trabalho e tento ajudar, fazendo o melhor que sei pela Casa", relatou.

E qual o ponto de situação?

"Não tem sido fácil devido à conjuntura [pandemia], mas vamos andado devagarinho. O staff de Lisboa está sempre a ajudar-nos, isso é excelente. Estamos a recuperar e espero que melhoremos muito, e já temos tido a Casa bem composta. Passámos muitas dificuldades, é verdade, estivemos fechados muito tempo, mas conseguimos sobreviver e cá estamos!", rematou.

Casa Benfica Bairrada

Outro dos vice-presidentes da Casa é Pedro Miguel Matos Ribeiro. Há nove anos na embaixada, vive o seu terceiro mandato.

"Sou mais um grande Benfiquista da Bairrada. Sou mais um que constrói, com trabalho e dedicação, o sucesso desta nossa Casa. Apanhámos fases boas e más, como tudo na vida, mas não é por isso que deixamos de trabalhar com a mesma dedicação. Temos de remar para a frente. Somos Benfiquistas de alma e coração. Aqui, vive-se um ambiente fortíssimo de Benfiquismo", explicou, recordando com saudade as "excursões ao Estádio da Luz, quer de autocarro, quer no Comboio Benfica, sempre com muito peso".

A fechar, um apelo em jeito de convite...

"Vir à Casa Benfica Bairrada é vir fazer um amigo. Quem entra nesta Casa é mais um dos nossos, seja de que clube for. Todos são bem-vindos", atirou.

Casa Benfica Bairrada

Com também nove anos na Casa e no terceiro mandato como vice-presidente está Pedro Alexandre.

"Vivo o Benfica com muita emoção e intensidade. Tenho os meus afazeres, mas no final do dia tenho sempre um tempinho para a Casa Benfica. Trabalhamos com amor e dedicação. Acolhemos todas as pessoas com carinho e respeito, independentemente do clube", reiterou, deixando o desejo: "Ter mais sócios na Casa e continuar a viver muitas vitórias do Clube."

Texto: Sónia Antunes
Fotos: SL Benfica
Última atualização: 3 de dezembro de 2021

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar