Canoagem

29 maio 2022, 16h31

Fernando Pimenta conquistou quatro medalhas de ouro na Taça do Mundo de velocidade em Poznan, na Polónia

Nunca acontecera! Histórico! Fantástico! Fenomenal! Que dizer de Fernando Pimenta, canoísta do Benfica, quando, num só dia, conquistou quatro medalhas de ouro em outras tantas finais disputadas neste domingo, 29 de maio, em Poznan (Polónia), na Taça do Mundo de velocidade em canoagem? Teresa Portela, João Ribeiro e Messias Baptista também trazem ouro para casa.

Fernando Pimenta começou o dia a vencer em K1 1000 metros, com um tempo de 3:27,91 minutos, ficando o australiano Thomas Green na segunda posição a 1,46 segundos. Com o primeiro ouro ao peito, o atleta do Benfica avançou para a final K1 500 metros e aí, com 1:39,18 minutos, superou Jackson Collins, também ele australiano, amealhando a segunda medalha de ouro do dia.

Taça do Mundo velocidade em Poznan

A terceira foi com outra benfiquista na embarcação, concretamente Teresa Portela. Os dois atletas do Glorioso, em K2 500 metros, bateram a dupla sueca formada por Martin Nathell e Melina Andersson, isto em 1:35,03 minutos. Refira-se que Teresa Portela ficou em 6.º lugar em K1 500 metros.

O dia em Poznan, na água, acabou com Fernando Pimenta de mão direita erguida com quatro dedos bem levantados, a celebrar a quarta medalha de ouro, desta feita, em K1 5000 metros. Na prova onde também participou João Ribeiro, que desistiu, o canoísta de Ponte de Lima foi mais forte que o esloveno Jost Zakrajsek, que ficou a 7,21 segundos dos 21:29,54 minutos efetuados por Fernando Pimenta.

Fernando Pimenta

Após o feito, Fernando Pimenta mostrou a sua satisfação, admitindo que na derradeira prova sentiu-se mais "solto com o passar" dos metros, pese o esforço acumulado. "No início da prova estava um pouco preso, mas metro a metro comecei a sentir-me melhor, mais solto. Com o tempo diverti-me e tentei puxar cada vez mais. A estratégia foi esta e não embater contra ninguém. Acabei com a conquista da minha quarta medalha de ouro. O impossível não é nada! Não estou velho, estou mais experiente. Acho que no Campeonato do Mundo estarei melhor. Estamos a ver novos atletas e mais jovens a aparecer. Têm mais força, gostam de puxar mais, lutar mais, com os anos eu agora vou apenas para divertir-me e fazer o que fiz hoje", disse.

Taça do Mundo velocidade em Poznan

Mas viram-se mais medalhas de ouro no peito de atletas do Benfica na Polónia. João Ribeiro e Messias Baptista foram os mais fortes em K2 500 metros, registando uma vitória em 1:29,72 minutos, deixando para trás a dupla alemã constituída por Felix Frank e Moritz Willi Florstedt. Os dois atletas ainda participaram na prova de K4 500 metros, ao lado de Emanuel Silva e Kevin Santos, terminando na 5.ª posição.

Taça do Mundo velocidade em Poznan

Refira-se que Pedro Casinha, o mais novo dos finalistas em K1 200 metros, ficou em 4.º classificado, com 35,79 segundos.

 

Texto: Rui Miguel Gomes
Fotos: FPC
Última atualização: 30 de maio de 2022

Patrocinador Benfica Olímpico


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar