Futsal

22 junho 2022, 22h23

Arthur marcou o primeiro golo do Benfica

RESUMO DO JOGO

Liga Placard
Final do play-off
(Jogo 2)
Resultado final
Prolongamento: 3-4
Fim 40': 3-3
INT: 2-0
Benfica 3
Sporting 4
Marcadores
 Arthur 7'
Tayebi 16'
Rômulo 37'
Tomás Paçó 29'
Pany Varela 29'
Pauleta 30' 
Pauleta 44'

Benfica e Sporting discutiram o jogo 2 da final do play-off da Liga Placard nesta quarta-feira, 22 de junho, no Pavilhão Fidelidade. Após prolongamento, as águias saíram derrotadas por 3-4. Segue-se a partida (jogo 3) no Pavilhão João Rocha.

Foi num Pavilhão Fidelidade muito bem-composto e ao rubro, com o Presidente Rui Costa nas bancadas, que o Benfica recebeu o Sporting na noite desta quarta-feira, em mais um desafio da grande final da Liga Placard.

Os minutos iniciais do encontro foram de grande equilíbrio, com a formação leonina a protagonizar o primeiro momento de perigo, aos 3', através de Tomás Paçó. Volvido um minuto, Esteban Guerrero atirou por cima da baliza de André Sousa. Perigoso!

A resposta do Benfica teve assinatura de Arthur que, aos 6', rematou ao lado da baliza de Guitta. Depois da ameaça, o golo! Com um remate rasteiro de pé esquerdo o ala encarnado inaugurou o marcador na Luz, que se fez ouvir alto e em bom som.

Benfica

O golo trouxe mais reação dos comandados por Pulpis, que colecionaram inúmeras ocasiões, nomeadamente aos 8' e 9', por Bruno Cintra e Chishkala. Estava aceso o dérbi e o Sporting não se deixou ficar. Aproveitando uma perda de bola das águias, Zicky esteve muito perto do empate, não tivesse atirado o esférico à barra.

Na baliza do Benfica, André Sousa (16') foi imperativo e mostrou a sua qualidade com três defesas estrondosas a remates de Pany Varela e Pauleta. No minuto 16, Tayebi foi descoberto no sítio certo por Chishkala. Caído na quadra, o internacional iraniano encostou para o 2-0 e fez vibrar os Benfiquistas! 

Até ao intervalo, as águias ainda tiveram a oportunidade de ampliar a vantagem, mas o resultado não se alterou.

Bilhetes para o jogo 3

Ver mais ›

O Sporting veio do descanso mais pressionante, a tentar de tudo para inverter o rumo dos acontecimentos. Aos 23', Tomás Paçó, em boa posição, atirou forte para defesa aérea de André Sousa.

Duelo muito físico, várias faltas de parte a parte e consequentes paragens do jogo. Aos 29', servido por Pany Varela, na cobrança de um canto, Tomás Paçó fez o 2-1. No mesmo minuto, uma perda de bola benfiquista, aproveitada por Pany Varela com um remate rasteiro, levou ao 2-2

Batida a meia hora de jogo, Pauleta colocou o Sporting em vantagem por 2-3. Mas não estava nada decidido! O Benfica carregou e foi à procura da igualdade. Aos 31', Afonso Jesus obrigou Guitta a uma grande defesa e Arthur não lhe ficou atrás. Volvidos quatro minutos, o camisola 7 das águias teve no pé o melhor momento dos encarnados na segunda parte, travado pelo guardião leonino.

Benfica

Estava intenso e os adeptos faziam-se ouvir! Rocha, na procura de um homem ao segundo poste, encontrou Rômulo, que, aos 37', igualou a partida em 3-3, forçando o prolongamento. Ainda antes, a quatro minutos do fim do tempo regulamentar, Tayebi surpreendeu Guitta com uma bola à barra, que ainda embateu no guarda-redes, saindo para fora.

No recomeço, Rocha protagonizou duas boas ocasiões para o Benfica. Numa jogada individual, o pivô brasileiro atirou ao poste, seguindo-se um remate que rasou a baliza leonina. Aos 44', Pauleta, de primeira, fez o 3-4, resultado que se estendeu até final e com que terminou a partida.

Em desvantagem (2-0) na eliminatória, o Benfica desloca-se ao Pavilhão João Rocha às 21h00 de sábado, 25 de junho, para disputar o jogo 3 da final do play-off da Liga Placard.

Benfica

DECLARAÇÕES

Pulpis (treinador do Benfica): "Temos muitos jogos em que entrámos mal na segunda parte. Hoje, encaixámos os três golos quando estávamos melhor. Fomos muito superiores em vários momentos do jogo, criámos muitas ocasiões, mas merecemos mais. É duro, não ganhámos. Estou orgulhoso dos jogadores, que deram tudo. Sinto pelos adeptos, estiveram incríveis, mereciam a vitória. Cometemos erros que não podemos cometer, mesmo com as baixas. Está difícil, mas somos o Benfica e temos de ganhar."

Rômulo (fixo do Benfica): "Perdemos no detalhe, ao sofrer alguns golos da forma como sofremos, mas não podemos desistir. Temos três jogos para vencer o Campeonato. Temos de acreditar. A força do Benfica são os adeptos, isso dá-nos força para ganhar títulos. Não atiramos a toalha ao chão."

Benfica

Benfica-Sporting
3-4
Pavilhão Fidelidade
Cinco inicial do Benfica
André Sousa, Nilson, Afonso Jesus, Chishkala e Tayebi
Suplentes
Martim Figueira, Silvestre Ferreira, Rômulo, Arthur, Henmi, Bruno Cintra, Carlos Monteiro e Rocha
Cinco inicial do Sporting
 Guitta, João Matos, Tomás Paçó, Alex Merlim e Diego Cavinato
Suplentes
Gonçalo Portugal, Zicky, Cardinal, Erick Mendonça, Pauleta, Pany Varela e Esteban Guerrero 
Ao intervalo 2-0
Golos
Benfica: Arthur (7'), Tayebi (16') e Rômulo (37'); Sporting: Tomás Paçó (29'), Pany Varela (29') e Pauleta (30' e 44')

Texto: Rafaela Certã Alves
Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 22 de junho de 2022

Patrocinadores Futsal


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar