Futebol feminino

26 setembro 2022, 17h15

Filipa Patão

Oito jogos, oito vitórias! O arranque de temporada imaculado da equipa feminina de futebol do Benfica ambiciona acrescentar mais uma etapa de êxito ao atual trajeto. Esta quarta-feira, 28 de setembro, as encarnadas disputam a segunda mão da ronda 2 de qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões... e é para ganhar!

Pelas 19h30, no Benfica Campus, o Rangers, derrotado na primeira mão na Escócia (2-3), é o rival que separa as encarnadas da segunda presença consecutiva na Champions.

Na antevisão, a treinadora do Benfica, Filipa Patão, apelou ao apoio dos Benfiquistas. "Queremos cada vez mais público a acompanhar-nos, mais adeptos presentes e apelo que todas as pessoas venham ao estádio. Venham apoiar-nos, porque esta equipa merece!", disse.

A treinadora das campeãs nacionais lembrou que frente a Rangers e Twente, fora de casa, as bancadas estiveram cheias, bem como numa partida do Liverpool, em Inglaterra. A final do Brasileirão foi outro exemplo dado, no sentido de em Portugal suceder o mesmo com o Benfica.

"Que o Benfica consiga ser uma referência, não só ao nível da aposta que o Clube e Direção têm feito constantemente, e agradecemos. Mas depois temos de ter a parte fervorosa e apaixonante dos nossos adeptos. Se o fazem nas modalidades e no masculino, elas também merecem. Independentemente da abordagem, resultado, garanto que estas meninas vão dar espetáculo! E precisam que as pessoas se dirijam ao estádio e queiram ver o espetáculo. Vamos marcar uma posição que queremos que Portugal cada vez marque mais, que é o espetáculo", reforçou.

Filipa Patão

Bilhetes para o jogo

Ver mais ›

Independentemente de poder jogar com o resultado da primeira mão, Filipa Patão enalteceu a "capacidade de equipas históricas criarem problemas e quererem investir e chegar mais longe na Liga dos Campeões". "Temos de estar preparadas para ter dificuldades, sempre que defrontamos equipas de nome como o Rangers. Seja em bloco mais baixo, ou mais subido, será uma estratégia que nos criará problemas. Espera-se que venham cá criar problemas e acredito que tendo em conta as dificuldades que nos causaram poderão manter a mesma estratégia", analisou a treinador encarnada.

Sabendo de antemão que o tempo jogará a favor das campeãs nacionais, Filipa Patão reconhece que o Rangers arriscará mais na tentativa de marcar. Também por isso, a equipa técnica estará precavida. "Teremos a nossa estratégia e estaremos preparadas para qualquer eventualidade que o jogo traga", destacou, ciente da necessidade de "vincar a identidade" encarnada.

"Tem sido apanágio da nossa parte e queremos ser uma equipa de muita posse, com acutilância ofensiva, que consiga pressionar bem todos os adversários, um trabalho que tem sido seguido à letra. É este o Benfica que vamos esperar muitas vezes ao longo deste ano", referiu.

"Tem sido apanágio da nossa parte e queremos ser uma equipa de muita posse, com acutilância ofensiva, que consiga pressionar bem todos os adversários, um trabalho que tem sido seguido à letra"

Filipa Patão

 

Filipa Patão e Ana Vitória

Ao lado de Filipa Patão, Ana Vitória que tem protagonizado um arranque de temporada sensacional, espera um "jogo parecidíssimo com a primeira mão". "Não espero que seja muito diferente, em termos de atitude e já houve uma atitude muito competitiva. Foi um jogo muito disputado e quem estava a assistir saiu  satisfeito. Da nossa parte, fizemos o nosso papel fora de casa, mas a atitude de ambos os lados será muito competitiva e a eliminatória está em aberto", apontou a média-ofensiva, que bisou na Escócia. 

Com oito golos em sete jogos, Ana Vitória sente que a equipa técnica e companheiras de equipa têm contribuído em "todos os aspetos" para o atual momento de forma. "Começámos em grande, estou no Benfica desde a época de início da secção e é um dos nossos melhores arranques. Alguém acaba por fazer os golos... Fico feliz por ter marcado, mas pode ser qualquer outra atleta", anotou a camisola 10.

Ana Vitória

Chamada por Pia Sundhage à seleção brasileira, Ana Vitória considera que o Benfica tem sido determinante para a recente convocatória.

"A seleção depende do momento e para se ter espaço na seleção tem de se estar bem no Clube e o Clube tem de estar bem. É um trabalho conjunto, e sendo campeãs e a disputar qualificação para as provas europeias, isso atrai a atenção das seleções, não só da brasileira. As seleções olham mais para as atletas e para o Clube, que tem feito um excelente trabalho. Por isso, não há como não olhar para as atletas, que têm de fazer a sua parte", sublinhou Ana Vitória, internacional canarinha.

CONVOCADAS

Ana Seiça, Ana Vitória, Andreia Faria, Andreia Norton, Beatriz Nogueira, Carole Costa, Carolina Correia, Carolina Vilão, Cloé Lacasse, Christy Ucheibe, Daniela Silva, Jéssica Silva, Katelin Talbert, Lara Pintassilgo, Lúcia Alves, Maria Negrão, Marta Cintra, Nycole Raysla, Pauleta, Rute Costa, Sílvia Rebelo e Valéria Cantuário.

Texto: Paulo Nunes Teixeira
Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica
Última atualização: 27 de setembro de 2022

Patrocinadores Futebol Feminino


Relacionadas

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar