31 de julho de 2020, 14h25

Rúben Dias: "Vamos focar-nos na nossa missão e estar no máximo"

Futebol

Antevisão do defesa-central do Benfica à final da Taça de Portugal, com o FC Porto. 

ANTEVISÃO

Benfica e FC Porto medem forças no sábado, dia 1 de agosto, às 20h45, no Estádio Cidade de Coimbra. Em conferência de Imprensa, Rúben Dias lançou a final da Taça de Portugal

O defesa apontou este como o jogo mais importante por ser o próximo; garantiu que a equipa vai estar focada e no máximo para este desafio; analisou o comportamento defensivo da equipa e desejou trazer a 27.ª Taça de Portugal para o Museu.

Que expectativas tem para esta partida e de que forma está o grupo a encarar esta final que pode culminar em mais uma conquista para o Benfica?

Em relação a expectativas e já respondendo às duas perguntas de uma só vez, acho que é isso mesmo! É mais uma Taça para o Clube, mais um título e a motivação não poderia deixar de ser a maior que possa existir porque todos queremos muito ganhar mais uma Taça para o Museu. 

Rúben Dias

"Este é o jogo mais importante porque é o próximo, e porque é uma final"

Olhando para os jogos entre o Benfica e o FC Porto nesta época, peço-lhe que me diga quais são os pontos fortes e fracos do adversário.

O FC Porto é uma equipa muito completa, tal como nós, mas não quero entrar em detalhes, porque pode estar aqui um fator-surpresa no que foi a nossa observação e no que consideramos ser o alvo a atacar. Fizemos o nosso trabalho e vamos focar-nos na nossa missão enquanto equipa, e estar ao nosso máximo.

Pizzi, em entrevista à RTP, disse que este é o jogo mais importante da época por ser o próximo. Concorda?

Este é o jogo mais importante porque é o próximo e porque tem o peso extra de ser uma final de uma Taça. É o próximo jogo, é uma final e marca o fecho da temporada. É de extrema importância e queremos muito vencê-la [final da Taça de Portugal].

Rúben Dias

A final da Taça de Portugal é em Coimbra e não no Jamor, um local mítico. Como é encaram esta diferença?

Claro que é sempre especial jogar no Jamor e fazer parte de toda a festa que se cria à volta de uma final da Taça de Portugal, mas, neste ano atípico, tudo mudou de figura, a falta dos adeptos também vai tirar alguma dessa emoção. Alteram-se as circunstâncias, mudou o estádio, mas não deixa de ser a final que é e o peso está lá todo.

Conquistar a Taça de Portugal vale para o Benfica salvar a época?

Não creio que se deva entrar por salvar a época, porque tínhamos outros objetivos, o Campeonato e não só. Neste momento a única coisa em disputa é a Taça, e é o que queremos ganhar. Não se trata de salvar ou deixar de salvar. Entrámos em tudo para ganhar, as coisas não correram como queríamos, mas agora há uma Taça para disputar e nós queremos ganhá-la.

Rúben Dias

"Há uma Taça para disputar e nós queremos ganhá-la"

A honra do Benfica também está em jogo nesta final?

Nesta época perdemos duas vezes com eles, na temporada anterior ganhámos duas vezes, vale o que vale. Cada ano é um novo ano, cada jogo é um novo jogo. Nunca encaramos uma partida a pensar no que se passou, mas, sim, no que se vai passar. É uma final, um jogo completamente fora do contexto do que já se passou. A nossa cabeça está mais do que limpa e queremos muito ganhá-la.

Nova Camisola adidas Benfica 20/21

O Benfica pode fazer deste jogo um acerto de contas? Concorda com as declarações de Sérgio Conceição, que disse que o FC Porto é a equipa mais competitiva?

Não vou comentar as afirmações do Sérgio Conceição. O FC Porto ganhou o Campeonato, ponto final. Agora vamos jogar a Taça de Portugal e vamos ver quem ganha.

No jogo no Dragão os erros defensivos acabaram por marcar a diferença e a derrota do Benfica... Tiveram especial atenção em analisar essa partida?

Olhámos para esse jogo como olhámos para todos os jogos que disputamos com eles e com todos os outros, porque nestes jogos tudo se decide ao detalhe, e como é óbvio fizemos aquilo que é a nossa observação e preocupámo-nos principalmente connosco. Acreditamos que nós somos o foco principal e se nos controlarmos a nós próprios estaremos mais perto de ganhar. 

Rúben Dias

"Reerguemo-nos e aqui estamos firmes novamente"

O Benfica recuperou a consistência defensiva. Como analisa este facto?

Atravessámos uma fase complicada, mas para responder a esta pergunta seria interessante dizer que mesmo quando fomos a melhor defesa já éramos criticados pela Imprensa, que punha tudo em causa. Reerguemo-nos e aqui estamos firmes novamente.

O Benfica vai ter um treinador na nova época, Jorge Jesus. Este quadro criou algum impacto negativo no grupo?

Falando por mim e pelo grupo, estamos a par das notícias, mas temo-nos desligado porque, neste momento, o nosso míster é Nélson Veríssimo, e assim será até terminar a época. É assim que vamos disputar a final, e o que apenas temos na nossa cabeça é estar focados e seguir as ordens no dia a dia.

Texto: João Sanches, Marco Rebelo e Sónia Antunes

Fotos: Tânia Paulo / SL Benfica

Utilizamos cookies para enriquecer a sua experiência de navegação.
Ao continuar a navegar no nosso site está a concordar com a nossa política de utilização de cookies.

Aceitar